Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 (resenha)

Olá pessoal!! Como vocês estão?  Hoje é um post muuuito especial. Vamos falar do filme Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1, que estreia hoje!! E nós daqui do Entre Livros não poderíamos perder a pré-estreia. 
Fomos em uma pré-estreia ontem às 20h (uma pré-pré-estreia? hahaha) e também às 00:01. Se quiserem ler sobre o livro clique aqui. Vou contar alguns spoilers sobre o livro ok? Mas é coisa simples. Não tem como evitar quando vamos falar do filme…
E o que falar do filme em uma frase? Quero a parte 2, tipo agora! Infelizmente só em novembro do ano que vem…
Foi sensacional! O que eu gosto dos produtores deste filme é que eles os deixam muito fiéis aos livros, juro!
Sim, eu sei, eu disse que eu não tinha gostado muito deste último livro, mas eu enfatizo que a história é fantástica, não teria como não gostar, nem que fosse só um pouco.
O começo é um pouco confuso, mas quem disse que os começos de filmes são os melhores do mundo? 
Agora a Katniss quer saber onde está Peeta, e o que a Capital fez com ele. E, ainda por cima, tem o fato de a rebelião estar no auge. O que todos esperam para atacar? Um apoio talvez? Ou até mesmo uma ordem direta, com uma pessoa no comando? Sabe o que eles esperam? Eles esperam por Katniss, o Tordo, ela é a esperança de que algumas coisas vão se estabilizar e que a justiça se restabelecerá. Ainda mais com o distrito 13 dando o maior suporte.
Fala sério, que cenário incrível eles fizeram. Apesar de o livro conter bastante descrição sobre como é o estabelecimento do distrito 13, eu não conseguia imaginá-lo daquela forma tão perfeita, e o filme fez exatamente isso: ele deu asas à minha imaginação.  
Peeta Jogos Vorazes A Esperança Parte 1 gifOs efeitos estão mais reais, em minha opinião. Assim como a fidelidade do filme com alguns pontos chaves, por exemplo, os ossos dos mortos do distrito 12. A música também é mais presente nesse filme. Adorei a parte da Katniss cantando e depois sua voz sendo ecoada pelos moradores dos outros distritos. E a música fica na cabeça hahaha. A trilha sonora está espetacular. Eu devo admitir que a musiquinha foi de arrepiar os cabelos da nuca, muito show.
Conseguiram passar o fato de Katniss estar em um estado mais sombrio e forte, apesar de sua vulnerabilidade aparente. Foi tudo muito bem feito mesmo!
Eu não curti o fato do Finnick não ter aparecido tanto, eles o personalizaram de uma forma um pouco exagerada, porque parecia que ele estava no estado “morto-vivo”, acho que, pelo o menos para mim, Finnick só parece muito deprimido e acabado, quando na verdade as emoções dele eram mais por conta da falta e da preocupação que sentia por Annie.
Gostei do fato de mostrar mais do que só a visão Katniss. Por exemplo, de eles mostrarem os outros distritos se rebelando e tudo o mais, as ações deles contra a Capital. Sério, eu me rebelava junto e vibrava com eles. Não tem como você não se envolver com o filme, tudo o que acontece te aproxima muito e você entra mesmo no mundo criado por Suzanne Collins, mas agora além dos livros.
Acho que esta parte 1 foi um pouco melancólica, assim como a primeira parte do filme do Harry Potter e as Relíquias da Morte. A única coisa é que eu achei que foi muito curta essa primeira parte, esperava mais tempo de filme, já que ele foi dividido em 2 partes. Portanto, estou ansiosa para o próximo filme, tenho certeza que haverá muito mais emoção (tem que ter!), apesar de este ter quase me feito levantar da cadeira do cinema de tanta ansiedade, sério. O filme é muito envolvente!
Peeta Jogos Vorazes A Esperança Parte 1Para finalizar, gostaria de comentar sobre o Peeta. Ele pode não ter aparecido muito, mas com certeza marcou, eu me emocionei (não chorei) com as partes que ele aparecia, e apesar de eu saber o que ele tinha de errado, não deixava de me questionar o motivo de seu olhar estar tão vago e diferente. Mandaram muito bem nos efeitos que faziam o Peeta aparecer todas as vezes de uma forma diferente, cada vez com uma expressão mais sofrida, isso afetou tanto a Katniss quanto nós, que estamos assistindo. 

Mas resumindo, eu adorei, foi uma das melhores adaptações que eu já assisti. Vale muito a pena ver. Mas vá com o coração preparado, é muita emoção para poucas horas. Ah! Tem um teaser do filme Insurgente! Ansiosa pelo filme também! 
Assista ao trailer:
Se interessou? Então corre lá e compra o seu ingresso!! E depois volte aqui para nos contar o que achou. 
Espero que gostem…
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário